AD Koynonia
Superação: brasileira fica 4 dias em UTI e se cura de covid-19

 

Ana Patrícia Moura, de 43 anos, foi a Itália em uma viagem que sempre sonhou. E o que deveria ser um registro eterno de um passeio inesquecível pelas história, cultura, arquitetura e culinária do país, se transformou em um pesadelo. No dia 2 de março, a bancária, de Alagoas, desembarcou no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, com febre e dor de garganta. Para ela, a covid-19, até então, era uma doença que não despertava maior atenção. Na própria Itália o assunto era tratado com muita naturalidade pelos cidadãos locais.


Ana Patricia procurou o irmão, que é médico na capital paulista, foi orientada a fazer os exames, adiar a volta para casa e o reencontro com os três filhos. A situação de saúde piorou e o que ela achava que fosse apenas uma gripe forte ganhou contornos mais graves e foi preciso levá-la para a UTI.


Ana conta que foram tempos difíceis, em que pensou que fosse morrer. A dor de cabeça era intensa e a sensação de prostração pior a cada passar da hora. Ela ficou quatro dias na unidade de tratamento intenso com falta de ar, muita tosse e nariz congestionado (no total, foram 10 dias no hospital).


Há quatro dias ela teve alta. Os médicos disseram que ela está curada da covid-19. Mas a pneumonia ficou como consequência e a bancária continua o tratamento em casa. Quando perguntada qual o recado que ela tem para todos nós, Ana Patrícia não tem dúvidas em dizer: ‘alerto para que as pessoas fiquem em casa. Isso é um alerta. O coronavírus tem cura, eu estou curada, mas não vale a pena correr o risco.’

 

Fonte:

Postada em: 23/03/2020

 

 

 

PEÇA SUA MÚSICA




Codigo:



 Web Rádio AD Koynonia

Todos os direitos reservados

Desenvolvido e Hospedado por F5 Solutions